Saiba os riscos de comprar uma motocicleta em leilão

Atualizado: Fev 11

Apelar para o leilão não é o jeito mais aconselhável para se comprar uma motocicleta! Lembre-se que isso pode ser até considerado como um mercado paralelo e, por isso, tem mais perigos do que comprar em uma loja de usados, novos ou até diretamente de um dono.

Comprar moto em leilão é sempre arriscado por conta das circunstâncias apresentadas, já que geralmente você precisa tomar uma decisão rápida, não pode inspecionar a mecânica da moto e não sabe da honestidade de quem está te vendendo aquilo. Inclusive, pode ser uma motocicleta com vários problemas perante a lei…


Riscos envolvendo a prática


Para ser direto: queimar dinheiro. Isso mesmo. Você pode jogar seu dinheiro fora por simplesmente confiar em quem não deve ou tomar uma decisão por impulso. A prática de comprar moto em leilão é muito arriscada por não ter garantias.

A chance de você comprar direto de um proprietário e fazer um mal negócio existe, mas quando se trata de um leilão, esse percentual é muito maior, por isso, é sempre recomendável você procurar uma loja especializada com tradição, nome no mercado e honestidade para abordar todos os temas de compra, venda e manutenção com você.

Já pensou em investir 30 ou 40 mil e levar para casa uma motocicleta cheia de dívidas do antigo proprietário ou roubada ou até mesmo com diversos problemas mecânicos? Muitas vezes a economia sai cara, economiza 5 na compra e gasta depois 15 para arrumar a mecânica, documentação e afins… Pense bem antes de optar por ir em um leilão.


Sinistro


Para começar, você sabe o que é o sinistro da sua motocicleta? Vamos lá. O sinistro de veículo é a ocorrência de um acidente ou evento inesperado ou não permitido com o veículo, portanto pode se entender como: furto, roubo, colisão e derivados das formas mais criativas possíveis.

Se você vai comprar moto em leilão, vale a pena você checar com a seguradora para ver pelo o que a motocicleta já passou não é mesmo? O veículo sinistrado não sofreu perda total, ou seja, pode ser reparado e, logo, pode ser revendido com certa facilidade, sendo assim, você já imaginou comprar uma moto que caiu no rio e depois foi feito uma limpeza ou algo básico? É possível, principalmente quando o assunto é leilão, por isso, fique atento na hora de comprar sua motocicleta e deixe o leilão como última opção, nele é como você tem mais chances de se dar mal.

Depreciação


Um assunto extremamente delicado e que ninguém gosta de falar, mas todo mundo sabe que, ao tirar a motocicleta da loja, ela perde muito valor, ao ser revendida para outro dono também e a mesma regra vale quando falamos de leilão.

Depois de leiloada, a moto não vai ter mais o mesmo valor do que antes e, ao entrar de cara no leilão ela já perde muito valor, por isso, pode ser mais atraente comprar moto em leilão, ela fica muito mais barata.

Porém na hora da revenda, vem a dor de cabeça... É neste momento em que você descobre que perdeu 30% do valor da motocicleta que adquiriu com o preço bem mais em conta.

É bom pontuar que a depreciação depende da oferta e da demanda! Quanto mais gente quiser a sua moto, menos ela vai desvalorizar. Além desse fator, podemos apontar outros pontos fundamentais:

  • Tabela FIPE - indica mensalmente o preço dos veículos, sempre é levada em consideração na hora da venda e revenda;

  • Ano de fabricação e modelo - quanto mais velho, mais barato;

  • Quilometragem - quanto mais a moto tiver rodado, maior será a desvalorização dela;

Conservação do veículo - se apresentar batidas ou amassados com certeza terá um valor menor no mercado


Se você é bom de contas ou quer arriscar, existe um cálculo para ajudar a ver a desvalorização do veículo em 5 anos!

  1. Divida o valor da moto 0 km (ex: R$35.000) pelo tempo de uso (5 anos nesse caso) e aí você descobre o valor anual de depreciação ( 7 mil reais nesse exemplo);

  2. 2. Divida o valor anual (7 mil reais no exemplo anterior) por 12 (número de meses do ano);

  3. 3. Nesse caso o valor obtido é 583,33, que significa quanto a moto vai desvalorizar por mês;

  4. 4. Lembre-se, isso é uma estimativa e não uma regra.

Perda do bem


Em alguns casos, devido as dívidas e o histórico jurídico acumulado no registro da motocicleta, é possível que a motocicleta seja procurada para busca e apreensão, trazendo a possibilidade de perda do bem. Além do constrangimento e a desapontamento de ter gasto seu suado dinheiro.

Gostou deste artigo? Não deixe de se inscrever em nosso newsletter para receber mais matérias como esta, em primeira mão.

Dúvidas ou sugestões, entre em contato com a Sapico Motos pelo telefone: (15) 996952324. Mande um e-mail para, marketing@sapicomotos.com.br, se preferir.

0 visualização

Endereço:

Loja 1: Av. Gisele Constantino, 1598 - Pq. Bela Vista - Votorantim - CEP 18110-650

Loja 2: Av. Cláudio Pinto Nascimento, 1368 - Parque Morumbi, Votorantim - CEP 18048-000

Atendimento:

E-mail: vendasweb@sapicomotos.com.br

Telefone: (15) 3243-2324

Whatsapp: (15) 99695-2324